Alimentação Saudável

Aprenda como se prevenir dos riscos da exposição ao sol

/
4 0
Aprenda como se prevenir dos riscos da exposição ao sol
Tempo de leitura: 3 min

Dizem que a diferença entre o remédio e o veneno é a dose. Com a exposição ao sol, acontece a mesma coisa. Por isso, evitar exageros é fundamental para diminuir os riscos para a sua saúde.

Tanto nas férias de verão quanto no dia a dia, não podemos abusar do sol, mesmo com o tempo nublado. Receber os raios solares diretamente na pele durante várias horas pode provocar doenças graves e, às vezes, fatais.

Neste post, vamos apresentar os riscos dos abusos da exposição ao sol e dar dicas de cuidados para que você não adoeça. Confira!

Conheça os benefícios da exposição ao sol

O sol é responsável por trazer inúmeros benefícios para a nossa saúde. Conheça quais são os principais:

  • sintetização da vitamina D;
  • redução de dores;
  • combate à osteoporose;
  • aumento dos níveis de serotonina;
  • redução dos processos inflamatórios de doenças de pele;
  • fortalecimento do sistema imunológico;
  • melhora do sono.

Saiba quais são os riscos da exposição ao sol

A exposição moderada ao sol pode trazer todos os benefícios citados anteriormente. No entanto, o exagero, principalmente nos períodos de maior incidência dos seus raios, pode causar doenças e danos ao corpo humano. Saiba os principais a seguir.

Câncer

De acordo com o Instituto Nacional do Câncer (INCA), o câncer de pele representa cerca de 30% dos casos dessa doença em nosso país. Existem dois tipos: o melanoma e o não melanoma. O primeiro é o mais mortal, enquanto o outro, apesar de ser mais frequente, apresenta menor índice de mortalidade.

Manchas e feridas na pele

O sol estimula a produção da melanina que fornece coloração para a pele. Quanto maior a produção dessa proteína, mais escuro é o tecido. Longos períodos no sol provocam manchas escuras conhecidas como melasmas.

Quando a pele é exposta ao sol e a frutas cítricas, como o limão, desenvolve manchas chamadas de fitofotodermatoses. Outro prejuízo para a saúde é a queratose, ferida que, em casos mais graves, podem levar ao câncer.

Insolação

A  insolação consiste em sintomas apresentados pelo nosso corpo quando ficamos muito tempo expostos ao calor e a altas doses de raios solares. Conheça as principais queixas relacionadas:

  • queimaduras na pele;
  • dores de cabeça;
  • tontura;
  • febre;
  • perda da consciência.

Perda da elasticidade da pele

Os raios ultravioleta (UV) quebram as fibras de colágeno, que dão estrutura à pele. A queda dessa importante proteína provoca a perda da elasticidade do tecido epitelial, e um dos malefícios é o aparecimento precoce de rugas.

A reposição do colágeno pode feita por meio de ingestão de vitamina C e consumo de carnes, peixes, oleaginosas, gelatina ou suplementos alimentares manipulados em farmácias. Esses últimos apresentam maior facilidade de absorção pelo organismo.

Previna-se dos riscos

Sabendo dos perigos da exposição exagerada ao sol, não precisamos evitá-lo. Mas devemos, sim, aproveitá-lo com moderação. Para isso, siga as principais recomendações e cuidados:

  • evite os períodos entre 12 h e 16 h;
  • use óculos com proteção UV;
  • use bonés e chapéus;
  • mantenha-se hidratado;
  • passe filtro solar;
  • consuma alimentos ricos em betacaroteno.

Proteja-se nos momentos de exposição ao sol, evite a permanência prolongada e mantenha uma dieta equilibrada. Fazendo isso, você diminui os riscos para a sua saúde e, dessa forma, poderá usufruir dos benefícios do sol de maneira segura.

Este post foi útil para você? Então, assine a nossa newsletter e receba mais conteúdos como este diretamente na sua caixa de entrada!

Farmácia Extrato

Dicas sobre saúde, cuidados com a pele, corpo, cabelos e bem-estar.

Posts Relacionados
/

Dizem que a diferença entre o remédio e o veneno é a dose. Com a exposição…

/

Dizem que a diferença entre o remédio e o veneno é a dose. Com a exposição…

Deixe um comentário

Seu endereço de e-mail não será publicado.

Scroll Up