Alimentação Saudável

Cloro da piscina: quais os riscos do contato em excesso?

/
8 0
Cloro da piscina: quais os riscos do contato em excesso?
Tempo de leitura: 3 min

O verão está chegando e, nesse período, é comum frequentarmos clubes e piscinas públicas com mais regularidade. Mas você sabia que o excesso de cloro da piscina pode causar danos à sua saúde e pele?

Neste post, vamos mostrar quais os riscos do contato excessivo, como amenizar os danos e, ainda, como identificar o excesso antes que os problemas ocorram. Continue a leitura e confira!

Por que o cloro é utilizado?

O cloro é o desinfetante químico mais utilizado nas piscinas do Brasil. Ele é responsável por manter a qualidade da água, eliminando bactérias e fungos e evitando infecções e doenças, ou seja, é extremamente necessário para o tratamento das piscinas.

Entretanto, seu uso em excesso pode causar muitos prejuízos à saúde. O que acontece é uma espécie de envenenamento que provoca dores agudas e muito desconforto.

Quais os sintomas do contato em excesso?

Conhecer os sintomas desse envenenamento é muito importante para que você possa se cuidar e, até mesmo, informar seu médico caso seja necessário.

O contato em excesso do cloro da piscina com a pele dos banhistas pode causar irritações, vermelhidão e sensações de queimadura. Já os gases que pairam sobre a água podem trazer desconforto e irritações no nariz, boca e olhos.

Além disso, o excesso de cloro pode provocar outros problemas, como náuseas e vômitos, além do desgaste dos cabelos.

Como amenizar os danos causados à pele?

Mesmo dentro da quantidade correta, o cloro reduz a microbiota normal da pele, o que pode ocasionar irritação, coceira e ressecamento. Isso acontece porque o contato prolongado com a substância dilui a camada protetora da cútis, composta por óleos e outros agentes que retêm a hidratação.

Para manter a pele saudável é preciso redobrar os cuidados com a hidratação diária para repor a camada lipídica. Assim, sua pele voltará a ficar com brilho e elasticidade e você poderá reduzir descamações e coceiras.

Escolha um hidratante facial e corporal específico para o seu tipo de pele e utilize diariamente após o banho. Outra dica é apostar em protetores solares com textura cremosa e que contenham ativos hidratantes.

Ao sair da piscina, não se esqueça de enxaguar a pele com água corrente para retirar os resíduos de cloro.

Quais os níveis ideais de cloro da piscina?

Quanto mais banhistas utilizarem a piscina, maior deve ser a quantidade de cloro usado. No entanto, o ideal é que seja feita uma análise semanal da água, pois o excesso ou a deficiência da substância pode desregular o funcionamento da piscina. Normalmente, o nível de cloro deve estar entre 1 e 3 ppm.

Como é possível identificar o excesso e prevenir possíveis problemas?

Algumas observações podem ajudar você a notar se a substância está sendo utilizada de forma incorreta. É preciso que a água esteja cristalina e praticamente sem odor, e as paredes não devem estar escorregadias. Caso note que algo está fora do padrão, notifique a administração do local.

No caso de asmáticos, é preciso ficar atento se os sintomas pioram após a utilização, pois isso pode indicar um gatilho para a doença. Nesses casos, é preciso evitar o uso de piscinas com cloro. Outra sugestão é optar por locais abertos, pois piscinas cobertas prendem os gases do químico que evaporam da água.

Procure frequentar piscinas que utilizem tratamento com baixo teor de cloro. Atualmente, já é possível encontrar métodos alternativos como o gerador de ozônio, a desinfecção ultravioleta e os tratamentos com sal e íons de cobre e prata.

Como você pôde perceber, o uso incorreto de cloro da piscina pode causar diversos problemas para a saúde. Caso note algum dos sintomas que citamos, procure um médico e relate a ele todos os sinais.

Gostou deste conteúdo e quer acompanhar todos os nossos posts? Então, siga-nos nas redes sociais! Estamos no Facebook e no Instagram.

Farmácia Extrato

Dicas sobre saúde, cuidados com a pele, corpo, cabelos e bem-estar.

Posts Relacionados
/

O verão está chegando e, nesse período, é comum frequentarmos clubes e piscinas públicas com…

/

O verão está chegando e, nesse período, é comum frequentarmos clubes e piscinas públicas com…

Deixe um comentário

Seu endereço de e-mail não será publicado.

Scroll Up