Cuidados com a pele

Como cuidar da pele no inverno?

/
2 0
Quer saber dicas simples para cuidar melhor do corpo durante o inverno? Acesse este post e veja as informações que preparamos para você sobre o tema.
Tempo de leitura: 7 min

Se você é daquelas pessoas que acham que a pele só precisa de uma atenção especial no verão, se engana. As temperaturas frias também surtem efeitos diretos em nossa saúde que, se não tratados, podem gerar incômodo e causar má aparência.

Então, para garantir que sua cútis continue linda e protegida, separamos algumas dicas e informações sobre como cuidar da pele do corpo no inverno. Confira!

Por que é preciso cuidar da pele do corpo no inverno?

Junto ao inverno, chegam também os ventos frios e o clima seco. Com isso, as pessoas sentem menos necessidade de beber água e tomam mais banhos quentes do que no verão.

Tudo isso causa a perda de umidade natural do corpo, o que pode favorecer o envelhecimento precoce da pele, bem como o aparecimento de alergias e sintomas como dermatite, coceira e vermelhidão. Por isso, hidratar a pele é fundamental para evitar esses problemas.

Como cuidar da pele do corpo durante essa época?

Algumas atitudes simples podem ser fundamentais para garantir o melhor cuidado com o corpo durante o inverno. Acompanhe as dicas a seguir.

Beba água

Como a saúde da pele começa por dentro, é necessário manter os níveis de água no organismo para que a pele não fique desidratada. Os médicos recomendam a ingestão de, pelo menos, dois litros diários de água.

Alimente-se adequadamente

Como as pessoas costumam dizer, nós somos o que comemos. Por isso, também é muito importante apostar na alimentação saudável, investindo em alimentos ricos em vitamina D e em ômega 3. Para tanto, aposte em verduras de cor verde-escura e em peixes gordurosos.

Reduza o tempo no banho

Uma vez que a água do banho no inverno precisa ser mais quente, a duração do seu banho também precisa ser menor. Ficar muito tempo sob água quente tira a proteção natural da pele.

Por isso, evite água quente e diminua o tempo no chuveiro a fim de evitar maiores prejuízos para a pele.

Use sabonetes neutros

Recomenda-se também o uso de sabonetes neutros, já que eles ajudam a pele a manter a umidade natural. No geral, o sabonete deve ser usado apenas uma vez ao dia, pois seu uso frequente deixa a pele mais apta ao ressecamento e a torna mais propensa a desenvolver alergias (por causa dos produtos químicos que o sabonete pode ter, caso não seja neutro).

Invista em hidratantes

Procure sempre hidratar o corpo com creme após o banho. Essa é a hora em que sua pele está limpa e seus poros bem mais abertos para receber a substância. Use e abuse dos produtos no corpo todo, incluindo pés e mãos.

Evite a esfoliação e o uso de buchas

Evite também o uso de buchas no corpo e a esfoliação na pele. Se seu corpo estiver ressecado, o uso desses objetos ou métodos podem acentuar o problema. Quem vive em grandes centros urbanos deve ter ainda mais atenção com a hidratação, já que esses locais podem ter altos índices de poluição. Além disso, as moléculas tóxicas presentes no ar podem contribuir para o ressecamento da cútis.

Use o protetor solar

Se engana quem pensa que cuidar da pele no inverno com protetor solar é desnecessário. Apesar de os raios solares estarem menos intensos, a proteção é essencial em dias nublados e de chuva, mesmo quando estamos dentro de casa, já que estamos expostos à radiação natural e artificial o tempo todo.

Por isso, é melhor garantir esse cuidado e repor o protetor solar pelo menos a cada quatro horas, já que ações como suor, luz artificial e poluição podem ajudar a diminuir o tempo de ação dos protetores.

Vale lembrar também que, se você estiver usando ácido, fazendo peeling ou laser na pele, os cuidados devem ser ainda maiores, já que ela fica mais sensível nessas condições.

Proteja os lábios

Os lábios são muito sensíveis e costumam sofrer bastante os efeitos do inverno, podendo ressecar, rachar e até sangrar. Isso ocorre não só pelo vento gelado presente durante essa época, mas também por causa de hábitos nocivos, como passar a língua na região, o que faz com que a acidez da saliva resseque ainda mais o local.

Por isso, use sempre protetor solar, seja por meio de batons coloridos ou outras opções mais neutras. Manteiga de cacau, por exemplo, é também uma boa aposta. Os hidratantes que contêm vaselina e lanolina, também são recomendados

Evite o ar-condicionado

O aparelho de ar-condicionado costuma deixar o ambiente seco, e por isso, contribui para o ressecamento da pele. Sendo assim, o ideal é evitar esse tipo de recurso para se proteger melhor de fatores externos de agressão.

Ao mesmo tempo, é indicado incorporar umidificadores de ar ou bacias de água no aposento, principalmente na hora de dormir, para garantir uma melhor umidade.

Aposte em óleos corporais

A dica dos profissionais é incorporar aos cremes hidratantes a mesma quantidade de óleo corporal, principalmente aqueles mais tradicionais, como os de uva ou de amêndoas. Isso reforça a hidratação que o corpo precisa para essa época do ano e, de quebra, garante mais viço e brilho para a pele.

A hora mais indicada para fazer isso é depois do banho, de maneira a devolver para a pele a proteção lipídica que foi perdida por causa da água quente e da higienização.

Compre produtos específicos

Cremes de inverno precisam ser específicos porque essa época do ano pede mais proteção. Assim, eles costumam ser mais pesados e com mais óleos e gorduras em sua composição. Opções com colágeno também são uma ótima pedida.

Que tratamentos de pele fazer durante o inverno?

Uma maneira eficaz de aproveitar essa época do ano é fazer tratamentos estéticos na pele, de maneira a cuidar dela de uma forma mais profunda. Métodos como laser, peeling e tratamentos com ácidos fortes são eficientes para garantir a melhora do corpo e são ideias para serem feitos no inverno.

Conheça mais informações sobre que procedimentos fazer a seguir.

Aposte no laser

Os lasers do tipo ablativo são ideais para essa época do ano e ajudam a tratar rugas, alterações benignas da pele e marcas de espinha. Eles também clareiam a região e fecham os poros, além de melhorar a textura e a flacidez de maneira geral.

Por isso, pergunte ao seu dermatologista qual é a possibilidade de incorporar o processo aos cuidados de inverno. Boas indicações são o Erbium e o laser de CO2.

Considere o peeling

Esse tratamento melhora a aparência da pele ao corrigir manchas, marcas e outras alterações decorrentes do processo natural de envelhecimento. Fazê-lo no inverno é indicado porque os dias frios facilitam a recuperação e diminuem a possibilidade de ocorrência de inchaços e manchas.

Como há tipos diferentes de peeling, como os superficiais, médios e profundos, o mais indicado é avaliar a melhor opção para o seu caso junto a um médico responsável.

Trate a pele com ácido

Todo mundo adora a chegada do inverno para fazer correções mais profundas na pele, não é mesmo? Fazer tratamentos à base de ácido nessa época é mais seguro porque esse tipo de produto pode aumentar a sensibilidade ao sol, bem como perder algumas de suas propriedades em contato com o calor.

Já no inverno, e se feito de maneira adequada, o procedimento também promete cuidar de manchas, rugas e acnes. Por isso, aproveite a época!

Viu só como cuidar da pele do corpo no inverno? Seguindo essas dicas, você vai conseguir se manter sempre saudável durante essa época do ano, seja por meio da adoção de dicas simples, como beber bastante água, ou por meio de métodos mais completos, como a realização do peeling e de tratamentos com laser e ácido.

Gostou das dicas? Então, aproveite para aprender a como proteger sua pele também na primavera!

Cadastre-se em nossa newsletter

Farmácia Extrato

Dicas sobre saúde, cuidados com a pele, corpo, cabelos e bem-estar.

Posts Relacionados
/

Se você é daquelas pessoas que acham que a pele só precisa de uma atenção…

/

Se você é daquelas pessoas que acham que a pele só precisa de uma atenção…

Deixe um comentário

Seu endereço de e-mail não será publicado.

Scroll Up