Alimentação Saudável

Problemas de pele: bolinhas no braço? Saiba mais sobre hiperqueratose pilar

/
3 0
Tempo de leitura: 4 min

Sabe aquelas bolinhas no braço indesejadas que aparecem às vezes? A causa delas é a obstrução de folículos da epiderme devido ao acúmulo de queratina. Conhecido como hiperqueratose pilar, esse fenômeno afeta cerca de 40% das pessoas em todo o mundo e pode dar muita dor de cabeça a quem quer manter a pele lisinha e bonita.

Entretanto, há maneiras simples de cuidar dessa questão. Por isso, preparamos este post para você, no qual vamos falar detalhadamente sobre as causas, os sintomas, o tratamento e outros tópicos relacionados à doença. Confira!

O que é a hiperqueratose pilar?

Visualmente, a hiperqueratose pilar se parece muito com pequenas acnes. Elas são normalmente brancas, mas também podem ser vermelhas ou amarronzadas — dependendo da cor e da etnia do indivíduo. Elas não costumam doer e não trazem riscos à saúde.

O principal problema dessa condição está ligado à questão estética, já que ela deixa a pele com aparência áspera e esburacada. As áreas mais afetadas são as partes externas dos braços e das coxas, assim como as nádegas, as bochechas e a face, onde é possível ver a formação de bolinhas endurecidas na abertura dos poros.

Qual é a causa da doença?

A queratina é importantíssima para proteger a pele, já que é uma proteína que impede a entrada de agentes nocivos no organismo. Entretanto, o excesso da substância causa as bolinhas. Assim, o acúmulo de queratina é o que gera a ocorrência da hiperqueratose pilar.

Esse problema pode ocorrer em pessoas saudáveis ou em associação a doenças genéticas e outras condições, como a dermatite atópica. Ele costuma aparecer durante a infância ou a juventude.

Quem tem a epiderme seca está mais suscetível à questão, embora todos os tipos de pele possam sofrer com a ocorrência. Pessoas com doenças alérgicas, como a rinite, também estão mais sujeitas à doença.

Quais são os sintomas?

Conhecida também como pele de galinha, queratose folicular e cútis anserina, essa doença apresenta como sintomas manchas e o ressecamento da epiderme, que fica com um aspecto áspero. Embora não seja comum, a coceira também pode aparecer como uma consequência desse quadro clínico.

Sua manifestação é mais frequente em mulheres, mas também há o registro da doença em pessoas do sexo masculino. Apesar de não ser uma doença grave, a hiperqueratose pilar é difícil de tratar rapidamente e costuma desaparecer sozinha com o passar do tempo.

Como evitar as bolinhas no braço?

A solução é hidratar profundamente a região com cremes ricos em ureia, alfa e beta hidroxiácido. Essas substâncias são importantes porque removem as células mortas e permitem uma hidratação mais profunda. Além dos cremes, outros cuidados simples podem ajudar você a ficar livre dessas bolinhas.

Evite tomar banho com água muito quente e não demore mais de dez minutos debaixo do chuveiro. Para completar, não esfregue roupas e toalhas na pele — o certo é secá-la suavemente com material macio — e lembre-se sempre de hidratar o corpo após o banho.

Quais técnicas posso usar para tratar o problema?

Além dos cremes já citados, é possível melhorar o quadro com retinoides tópicos, esfoliantes e terapia a laser. Para realizar o procedimento com segurança, busque por profissionais capacitados e apresente a eles seu histórico médico.

Embora não seja cientificamente comprovado, há indícios de que a ingestão de vitamina A também pode evitar a formação das bolinhas no braço. Outra dica é apostar nas vitaminas D e K, que são importantes para garantir a saúde da pele.

Além da ingestão por meio de cápsulas compradas em farmácia, essas substâncias podem ser encontradas em alimentos como o bife de fígado (vitamina A), manteiga (vitamina K) e peixes e ovos (vitamina D).

Afinal, a hiperqueratose pilar tem cura?

Apesar de não ser grave, essa doença não tem uma cura definitiva. As dicas citadas acima ajudam a evitar a ocorrência e a melhorar a aparência da pele. Entretanto, é importante manter uma rotina de cuidados segundo orientação médica para garantir a diminuição da formação desse fenômeno.

Como você pode perceber, há muitas maneiras de evitar o agravamento das bolinhas no braço, bem como há formas de tratar o problema com a ajuda de profissionais capacitados. Evitar esfregar o corpo, hidratá-lo nas horas adequadas com os produtos certos e não abusar de banhos quentes são dicas essenciais para lidar com a questão.

Gostou das dicas sobre a hiperqueratose pilar? Então assine a nossa newsletter e fique por dentro de outras novidades!

Farmácia Extrato

Dicas sobre saúde, cuidados com a pele, corpo, cabelos e bem-estar.

Posts Relacionados
/

Sabe aquelas bolinhas no braço indesejadas que aparecem às vezes? A causa delas é a…

/

Sabe aquelas bolinhas no braço indesejadas que aparecem às vezes? A causa delas é a…

Deixe um comentário

Seu endereço de e-mail não será publicado.

Scroll Up